5 dicas eficazes para enfrentar conversas difíceis

Quando precisamos reportar um feedback negativo, abordar um assunto delicado, ou expor que discordamos de algo que foi dito, por exemplo, nem sempre ficamos confortáveis e encontramos a melhor forma para lidar com isso de maneira leve.


Muitas vezes, a falta de habilidade para conduzir esses diálogos atrapalha ainda mais e complica a situação, tornando-a mais conflituosa e desagradável do que ela se apresenta.

Para evitar que isso aconteça, no texto de hoje, compartilhamos algumas dicas essenciais para facilitar conversas difíceis, que são muito comuns em nosso dia a dia.


Confira a seguir!


1. Afaste-se da situação por 1 minuto e observe-se


Durante uma conversa delicada, é fundamental olhar para dentro e entender o que estamos sentindo ao invés de culpar o outro. Geralmente, o outro não é a causa do nosso desconforto e, sim, um gatilho que revela algo que já está em nós. Sendo assim, procure diferenciar o fato em si dos sentimentos e da sua interpretação inicial. Isso ajuda muito!


2. Entenda o que você deseja com essa conversa


Se você deseja se preparar para um diálogo difícil, é importante saber qual é o seu objetivo com a conversa. Isso evita que você caia em “armadilhas” que geram discussões infinitas. Portanto, atenha-se ao tema que precisa ser tratado e evite tocar em assuntos que fujam disso.


3. Se for preciso, ensaie


Se estiver se sentindo inseguro antes da conversa, liste os pontos mais importantes que deseja mencionar e ensaie. Isso vai ajudar a ter mais confiança para conduzir o diálogo, ainda que ele seja desafiador.


4. Aplique a CNV


Já fizemos um texto bem completo aqui no Blog sobre Comunicação Não Violenta. A premissa básica é observar sem rotular, entender os sentimentos que vêm a partir da situação, o que você precisa, o que está por trás desses sentimentos e comunicar isso ao outro de forma clara, por meio de um pedido sincero.


5. Lembre-se que nem tudo é tão óbvio


O que parece óbvio na nossa cabeça, muitas vezes, não é na visão da outra pessoa. Por isso é tão importante ser claro e transparente no momento de exprimir as suas necessidades, o que você compreendeu e o que espera com a conversa.


Dica extra: se for preciso, dê um tempo a você mesmo


Muitas vezes, no calor do momento, não conseguimos segurar as nossas emoções. Nesse caso, diante de uma conversa difícil que o desequilibrou, peça para ir ao banheiro, para beber uma água e procure dar uma pausa, respirar de maneira consciente, até se sentir mais calmo e tranquilo.


Dessa forma, ao retomar o diálogo, você estará menos suscetível a exceder-se, discutir e, consequentemente, arrepender-se do conflito.


Você sabia que a comunicação é uma das habilidades mais valorizadas pelas empresas? Um levantamento global realizado pelo LinKedin, em agosto de 2020, apontou que as "soft skills”, ou habilidades comportamentais, são a maioria entre as dez competências mais valorizadas por empregadores e a comunicação é uma das principais!

E se você precisa de ajuda para comunicar-se de maneira confiante e segura, conte com a 2um!